Secretaria promete colocar 200 servidores no Vapt Vupt

SEGPLAN informa que, a partir de segunda-feira, 80 funcionários serão recontratados e outros 120 remanejados para as unidades

Por Macloys Aquino – 15 de julho de 2011 (sexta-feira)

Para conter a crise no atendimento que se instaurou no serviço público do Estado, a Secretaria de Gestão e Planejamento (Segplan) anunciou ontem recondução e o remanejo de 200 servidores para as unidades do Vapt Vupt em Goiânia. Os funcionários voltarão a assumir os seus postos a partir de segunda-feira.

Ontem, os atrasos no atendimento geraram irritação a centenas de usuários em todas as unidades do Vapt Vupt em Goiânia, principalmente naqueles que tentavam fazer Carteira de Identidade, o recadastramento biométrico ou procuravam serviços junto ao Detran ou Polícia Federal. A crise no atendimento do serviço público estadual atingiu o ápice este mês.

“Isso é um desrespeito ao cidadão”, dizia o estudante de Medicina Thiago Ribeiro Soares, de 26 anos, que depois de tentar três vezes o recadastramento biométrico no Vapt Vupt do Araguaia Shopping, acabou desistindo da idéia. “Vou deixar para o ano que vem”, planejava.

O funcionário público José Carlos Marques, de 52 anos, estava indignado na unidade do Camelódromo de Campinas, pois tentava pela segunda vez pegar a documentação de seu carro, cujo IPVA havia sido pago na última sexta-feira. “Vim na segunda-feira cedo e já tinham esgotado as senhas. E agora estou aqui de novo, esperando há duas horas”, lamentou.

O secretário de Gestão e Planejamento, Giuseppe Vecci, disse que a crise seria efeito de uma modulação realizada no início do governo – para mapear a quantidade e a qualidade de servidores em cada pasta da administração. Segundo Vecci, a ação redundou em pacotes de demissões de comissionados e a consequente queda na qualidade do atendimento do serviço público.

Crise

Questionado se a crise foi, portanto, prevista, Vecci disse que “sim, mas não com essa monta”. O secretário acrescentou que o problema se deve também à produtividade do servidor. “Vamos melhorar isso também”, prometeu o secretário. Ele não acredita que tenha havido erro no planejamento das demissões.

Apenas o Detran e a Universidade Estadual de Goiás (UEG) não foram modulados por completo. Vecci reiterou que o remanejamento de 200 servidores a partir da próxima segunda-feira ainda “não dará força total” ao atendimento nos Vapt Vupts. “A melhoria será gradativa”, disse. Serão 80 servidores comissionados reconduzidos (que serão recontratados após demissão) e outros 120 remanejados de outros órgãos, para servir nas unidades.

As reconduções e remanejamentos atenderão apenas postos em Goiânia. Enquanto isso, a crise no atendimento se espalha por todo Estado. Ontem, usuários das unidades de Caldas Novas e Morrinhos tentavam serviços em Goiânia, sem sucesso

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*