Queda na produtividade dos servidores contribuiu para problemas no Vapt-Vupt, diz Vecci.

Foto: Ricardo Rafael
Filas são hoje rotina nas unidades de atendimento do Vapt Vupt: tempo desperdiçado Filas são hoje rotina nas unidades de atendimento do Vapt Vupt: tempo desperdiçado

Para conter a crise no atendimento que se instaurou no serviço público do Estado, a Secretaria de Gestão e Planejamento (Segplan) anunciou ontem recondução e o remanejo de 200 servidores para as unidades do Vapt Vupt em Goiânia. Os funcionários voltarão a assumir os seus postos a partir de segunda-feira.

O secretário de Gestão e Planejamento, Giuseppe Vecci, disse que a crise seria efeito de uma modulação realizada no início do governo – para mapear a quantidade e a qualidade de servidores em cada pasta da administração. Segundo Vecci, a ação redundou em pacotes de demissões de comissionados e a consequente queda na qualidade do atendimento do serviço público.

Crise

Questionado se a crise foi, portanto, prevista, Vecci disse que “sim, mas não com essa monta”. O secretário acrescentou que o problema se deve também à produtividade do servidor. “Vamos melhorar isso também”, prometeu o secretário. Ele não acredita que tenha havido erro no planejamento das demissões.

Apenas o Detran e a Universidade Estadual de Goiás (UEG) não foram modulados por completo. Vecci reiterou que o remanejamento de 200 servidores a partir da próxima segunda-feira ainda “não dará força total” ao atendimento nos Vapt Vupts. “A melhoria será gradativa”, disse. Serão 80 servidores comissionados reconduzidos (que serão recontratados após demissão) e outros 120 remanejados de outros órgãos, para servir nas unidades.

As reconduções e remanejamentos atenderão apenas postos em Goiânia. Enquanto isso, a crise no atendimento se espalha por todo Estado. Ontem, usuários das unidades de Caldas Novas e Morrinhos tentavam serviços em Goiânia, sem sucesso.

Fonte: OPopular, com adaptações.

Ou seja, a culpa não vem de mau planejamento. Mas com certeza o servidor público tem participação. Ou entendi errado? Comentem.
Flávio Coutinho