Denunciada incorporações imorais de gratificações na prefeitura de Goiânia

Incorporação de gratificação na prefeitura eleva salário em 659% para determinadas pessoas. É o AR-GYN.

por Alinny Vieira (Diário da manhã)

Mauro Miranda e Fernando Contart

“O vereador declarou que toda essa manobra tem o intuito de favorecer alguns servidores dentro do serviço público”.  Parece que estão falando do Ajuste de Remuneração, mas se trata, na verdade, de uma incorporação ocorrida por servidor da prefeitura de Goiânia.

O Lei foi mal interpretada, para beneficiar somente a alguns. No caso, um deles foi Fernando Contart, servidor comissionado na época que recebia a gratificação incorporada. Mas nem por isso é tão ruim quanto a Lei do AR. A lei municipal permite que TODOS na situação prevista possam incorporar gratificações. Na Lei do AR, a gratificação foi extinta e quem incorporou, incorporou. Que não incorporou, um abraço.

Abaixo segue um cronograma do que aconteceu e o link para a notícia original.

2005
Raphael Cupertino é convidado por Iris para ocupar a diretoria do Parque Zoológico de Goiânia.

2009
Em 20 de fevereiro, Raphael foi nomeado e convocado a tomar posse na colocação 998 como assistente de atividades administrativas I.

2010
Como já havia passado cinco anos em que trabalhava no zoológico como servidor comissionado, Raphael apresentou documentação ao departamento jurídico da Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma) pedindo incorporação de gratificação ao seu salário. O processo foi analisado e seu pedido foi acatado.

2010
No dia 8 de janeiro, o presidente da Amma, Clarismino Junior, órgão ao qual Raphael é lotado, concedeu gratificação de R$ 7,115 mil ao servidor.

2010

No dia 13 de janeiro, a incorporação da gratificação ao vencimento de Raphael foi publicada no número 4.778 do Diário Oficial do Município.

Fonte: http://www.matogrossogoiano.com.br/site/politica/ultimas-noticias/goias/3420-zebra-no-paco-prefeito-eleva-salario-do-diretor-do-zoo-em-1000